o-que-levar-em-conta-antes-de-contratar-um-servico-de-traducao2951

O que levar em conta antes de contratar um serviço de tradução?

No mundo globalizado, quem busca o crescimento acaba se esbarrando, uma hora ou outra, na barreira do idioma. Não importa se estamos falando de um negócio que deseja importar um software  estrangeiro, de uma empresa que quer adentrar o mercado internacional ou de uma pessoa que vai estudar fora do país: para conquistar essas oportunidades é preciso, em algum momento, contar com o apoio  de um serviço de tradução.

Felizmente, hoje em dia há muitas opções para atender a essa demanda, mas será que elas são todas iguais? O que é preciso considerar no seu caso em específico? É o que vamos te ajudar a responder a seguir. Acompanhe-nos e saiba como fazer a escolha certa!

Saiba de que tipo de tradução você precisa

O primeiro passo para escolher corretamente o serviço é entender bem de que tipo de tradução você precisa. Se estiver viajando, é provável que tenha que fazer uma tradução juramentada dos seus documentos, mas esse nem sempre é o caso. Por outro lado, traduzir rótulos de produtos, embora não demande a assinatura do tradutor juramentado, implica cuidados diferentes que a tradução de um manual de treinamento corporativo, por exemplo.

Na dúvida, você pode até mesmo consultar uma das agências de tradução que pretende contratar. A resposta da empresa a essa pergunta será útil para entender os cuidados que ela tem com o cliente e sua experiência na área.

Leve prazo e budget em consideração

Outra questão importante e que pode, inclusive, servir como critério para a escolha do prestador de serviço, é o seu budget e o prazo em que precisará da tradução. Os dois estão atrelados pelo fato de que traduções mais urgentes terem preços mais altos, ao passo que naquelas com prazos maiores há mais margem para negociações.

Geralmente, o valor da tradução é cobrado por palavra, segundo a tabela de referência do Sindicato Nacional dos Tradutores. No entanto, orçamentos por lauda, número de caracteres ou outros também são possíveis.

É preciso ainda colocar na mesa a disponibilidade da empresa ou tradutor, já que não adianta querer contratar alguém que não possa fazer a sua tradução no prazo necessário sem perder muito em qualidade.

Informe-se sobre as diferenças entre os públicos de cada idioma

Essa é uma pergunta que deve ser feita a você pela empresa de tradução: a quem se destina o texto traduzido? Muitas vezes, o público-alvo ou leitor ideal do texto original não é exatamente o mesmo do texto traduzido, e nesse caso, detalhes sutis podem fazer toda a diferença na compreensão.

Um produto vendido a mulheres de classe média no Brasil pode ser exportado para ser consumido por mulheres de classe média no México, mas pra garantir seu sucesso no outro país, as diferenças linguísticas e até culturais entre esses dois públicos precisam ser levadas em consideração. O mesmo acontece, por exemplo, com regionalismos: a tradução de um histórico escolar do português para o inglês pode apresentar diferenças significativas se quem for ler o histórico forem funcionários de universidades na Escócia, Irlanda ou Austrália.

Forneça o máximo de informações possíveis sobre a finalidade da sua tradução para dar ao tradutor maiores chances de acerto, mas desconfie caso ele não pergunte sobre esses detalhes.

Sincronize seus critérios de qualidade com os do tradutor

O que você espera da tradução? Que resultados ela deve atingir? O que precisa ser feito para isso? Compartilhe a resposta a essas perguntas com o fornecedor da tradução e procure saber — talvez antes de revelar o que você pensa — quais são os critérios dele para uma boa tradução. Alinhar suas perspectivas nesse aspecto pode ser essencial para garantir o melhor resultado possível.

Procure saber que tipo de serviço de tradução será feito

Além da tradução juramentada — que diz respeito a documentos oficiais — e da tradução simples — relativa a outros tipos de texto (exceto literários) —, há ainda outras diferenças que precisam ser esclarecidas, principalmente em relação ao método de tradução empregado. Ele pode ser:

  • Pós-edição de tradução automática: em que o texto é 100% traduzido por computador (usando ferramentas semelhantes ao Google Tradutor) e, depois, editado por uma pessoa. O foco aqui é traduzir com rapidez e garantir a compreensão, por isso esse tipo de tradução é ideal para quem está com o prazo apertado e não se importa tanto com a qualidade do texto traduzido.
  • Tradução assistida por computador: em que o texto é traduzido por um tradutor humano com a ajuda de ferramentas de tradução. Esse é o tipo de tradução mais comum nos dias de hoje e é adequada a praticamente qualquer caso, embora seja mais cara e mais lenta que a pós-edição.
  • Tradução humana: em que o texto é traduzido 100% por um tradutor humano, sem a ajuda de ferramentas como memórias de tradução. Essa é uma tradução muito mais lenta e nem sempre apresenta qualidade superior à assistida, já que contar com o apoio do computador no lugar de apenas a capacidade do tradutor costuma trazer resultados melhores.

Frequentemente, a própria agência pode te aconselhar quanto à melhor opção para o seu caso, mas é importante certificar-se de que o tipo oferecido condiz com o prazo e o valor combinado.

Pergunte sobre a experiência do tradutor na área

Contar com alguém que já realizou traduções semelhantes à sua pode ser garantia de um serviço de mais qualidade, já que muitas vezes não é apenas o conhecimento do tradutor que influencia seu trabalho: a experiência com o jargão e até o público de certos tipos de texto também são essenciais.

Ao traduzir um texto técnico de medicina, por exemplo, é imprescindível que o tradutor conheça os termos usados nos dois idiomas, já que traduções literais, nesse caso, podem resultar em erros grotescos. Por outro lado, propagandas e peças de marketing costumam contar com uma linguagem muito particular, e a experiência do tradutor nessas áreas é um indicativo de que ele está ciente disso e tem capacidade de transitar facilmente entre um idioma e outro, apesar dos obstáculos.

Contrate uma empresa com potencial para parcerias

Por fim, é importante que a empresa ou o tradutor contratado apresente-se a você não apenas como um prestador de serviço, mas como um parceiro disposto a te ajudar a atingir o melhor resultado, seja chegando a um valor adequado ao seu bolso, respeitando o seu prazo ou procurando atender a todas as suas necessidades.

Converse com a agência de tradução para descobrir se eles podem te ajudar com suas demandas, verifique se eles se preocupam com as considerações que apresentamos neste post e tenha a certeza de que o objetivo deles é te ajudar a solucionar o seu problema, e não apenas vender um serviço de tradução.

Ainda ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Então entre em contato conosco para conversarmos, quem sabe a 2TR não é a solução que você estava buscando?

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on print
Share on email
gaytube8